De Futebol

Flamengo and Atletico-MG tied nil-nil the Copa do Brasil.

Globo Esportes: “Três dias depois do título Carica, o Flamengo voltou ao Maracanã, mas, dessa vez, a torcida não teve muito motivos para comemorar no empate sem gols com o Atlético-GO. A partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil será no dia 24, no Serra Dourada, quando uma vitória simples classifica o rubro-negro carioca. Quem saiu mais feliz nesta quarta-feira do estádio foi Éderson, que voltou a campo após um longo tempo no departamento médico. Ele não jogava desde 3 de julho do ano passado.

— Fiquei muito feliz de estar de volta aos campos e jogar com meus companheiros. Joguei um pouco mais de 20 minutos. É óbvio que preciso de ritmo e entrosamento, o que vem naturalmente — afirmou Éderson. — Fiquei muito feliz e emocionado. Lutei bastante e tive muita paciência. Gracas a Deus, tive o apoio da torcida.

Antes do jogo, Zé Ricardo justificou o time quase completamente reserva pela condição física dos titulares. Entre os que começaram a final contra o Fluminense, apenas Alex Muralha, Rafael Vaz e Renê estavam em campo. Heroi das vitórias sobre o Universidad Católica, pela Libertadores, e o Fluminense, no Carioca, Rodinei começou atuando como lateral-direito.

O time não teve dificuldade para controlar o meio-campo. Nos primeiros 15 minutos, os jogadores rubro-negros estiveram com a bola nos pés pos 74% do tempo. Apesar disso, a equipe tinha dificuldade para chegar com perigo. Enquanto isso, o time goiano que atuava na defesa teve as primeiras grandes chances. Aos 20, Igor chutou de fora e exigiu a defesa de Muralha. Após o escanteio, a equipe teve nova oportunidade, quando Ricardo Silva, livre e com opções, chutou mal de fora da área.

Os lances parece ter despertado o rubro-negro, que, no entanto, não conseguiu abrir o placar no primeiro tempo. Aos 22, Matheus Sávio chutou para fora após ajeitada de Leandro Damião. Três minutos depois, Gabriel chutou por cima do gol. Aos 29, Damião se antecipou em saída do goleiro Klever e cabeceou com perigo. A bola vagarosamente saiu à esquerda da trave. A um minuto do fim, o goleiro mostrou reflexo ao defender cabeceio de Paquetá.

Na volta do intevalo, o Flamengo foi a campo com Pará no lugar de Gabriel, o que fez Rodinei atuar como um ponta direita — o que fizera contra Universidad Católica e Fluminense. Aos 8, ele acertou a trave após cruzamento de Matheus Sávio.

Apesar da boa chance, o rubro-negro parou de assustar tanto que, aos 23, quando Éderson correu para entrar em campo no lugar de Matheus Sávio, a torcida foi à loucura. Ele não entrava em campo desde 3 de julho do ano passado. Aos 30, nova vibração na torcida quando Vizeu entrou no lugar de Damião.

Sem conseguir criar, o time começou a ouvir vaias. Aos 40, veio o susto quando Walterson, na área, isolou a bola.

https://oglobo.globo.com/esportes/misto-do-flamengo-so-empata-com-atletico-go-na-copa-do-brasil-21322941#ixzz4gloX2dob

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s