Flamengo losses Ground to Top Dog Sao Paulo After a Two all Draw with America-MG

Flamengo and America-MG tied two all. Boo-Mengao fell further behind first place Sao Paulo.   Tricolor defeated Ceara 1-0.

Internacional and Palmeiras tied nil-nil.

Sao Paulo sits at the head of the class with 45 points.

Colorado is second with 42 points and Mengao is third with 41 points.

Globo Esporte. América-MG e Flamengo empataram em 2 a 2 pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, na tarde deste domingo, no Estádio Independência. No primeiro tempo, ambas as equipes deram espaços: o Rubro-Negro abriu o placar aos 14 minutos do primeiro tempo, com Éverton Ribeiro, e o Coelho empatou aos 22, com Rafael Moura. Melhor no segundo tempo, o Fla chegou ao segundo gol aos 15 minutos, com Lucas Paquetá, mas teve Cuéllar expulso aos 19. O América aproveitou, partiu para cima e igualou o placar novamente, aos 41, com Gerson Magrão.

Tanto América-MG quanto Flamengo tiveram espaços para buscar o gol na etapa inicial. O time de Adilson Batista começou o jogo em cima, adiantou a marcação e não deixou o Rubro-Negro chegar nos primeiros 10 minutos. Acuado, a equipe de Maurício Barbieri demorou a sair para o jogo, mas quando buscou os espaços encontrou o gol, aos 14 minutos, com Éverton Ribeiro de cabeça, após ótimo cruzamento de Renê. Aproveitando o Fla com a marcação baixa, o Coelho conseguiu o empate oito minutos depois, em cabeçada de Rafael Moura. Os dois times seguiram se movimentando no ataque, mas com poucas chances criadas – apostaram nas jogadas aéreas. O Flamengo, com Vitinho e Paquetá, esteve mais perto do segundo gol.

O Flamengo voltou melhor para a segunda etapa, sem oferecer tantos espaços ao América-MG. Mais agressivo e com mais posse de bola, antes dos 15 minutos o time carioca teve duas boas chances com Réver e Dourado. Aos 15, ampliou com Paquetá, que aproveitou cruzamento de Éverton Ribeiro. Quatro minutos depois, Cuéllar foi expulso e Barbieri precisou sacrificar Dourado e Vitinho para as entradas de Piris da Motta e Arão. A partir daí, o Coelho tomou as ações, mas ficou vulnerável aos contra-ataques. Éverto Ribeiro teve chances de definir, mas João Ricardo não deixou. Enquanto o Fla se fechava, Adilson Batista deixou o América mais ofensivo, e funcionou: aos 41, Marquinhos cobrou falta na trave e Gerson Magrão, que havia tido chances no primeiro tempo, aproveitou o rebote para dar números finais à partida.

https://globoesporte.globo.com/mg/futebol/brasileirao-serie-a/jogo/26-08-2018/america-mg-flamengo.ghtml