De Futebol Man Shitty wins! Man U wins! Spurs win! Liverpool and Arsenal are fit to be tied!

Man Shitty destroyed Swansea City 4-0. Shitty keeps their eleven-point lead over Man U. David Silva led the Shitty attack with daily double in the 27th and 56th minutes.

Shitty has won fifteen matches in a row.

The Red Devils got by Bournemouth 1-0 at Old Trafford.

The only score of the match came in the 25th minute when Romelu Lukaku let one rip to give the guys the nail biter victory.

Man U is second with 38.

Man Shitty is running away with the it for now with 49 points.

Spurs dismantled Brighton and Hove Albion 2-0.

Tottenham is fourth with 31 points.

Arsenal and West Ham tied nil-nil.

The guys are not playing well at all.

My Gunners are stuck in seventh place with 30 points.

Liverpool didn’t dent the scoreboard in kiss your sister nil-nil draw.

The Reds are fifth place with 31 points.

Everton edged Newcastle 1-0.

Leicester City blew out Southampton 4-1. Shinji Okazaki led the way for the Foes attack with the daily double in the 32nd and 69th minutes.

Leicester City is in eighth place with 26 points.

EPL Match Report on the Red Devils slim win over Bournemouth. “ Romelu Lukaku scored the only goal as second-placed Manchester United maintained an 11-point gap to league leaders Manchester City.

Bournemouth had chances early on as Joshua King was denied by an excellent tackle by Phil Jones, and David de Gea saved a Charlie Daniels effort.

After 25 minutes, Lukaku out-jumped Nathan Ake to meet Juan Mata’s cross and head into the top corner, beyond the diving Asmir Begovic.

Substitute Marcus Rashford hit the crossbar with 17 minutes left before Ake sent a header over for Bournemouth, and the hosts sealed all three points.”

https://www.premierleague.com/match/22505

De Futebol Flamengo lost the Independiente in the first leg of the Finals of Sul Americana

Flamengo lost to Independiente 2-1 in the first leg of the Sul Americana finals. Round two is back at Flamengo’s house Maracanã.

Globo Esportes:” sufoco em Avellaneda parecia que seria um pouco menor quando Réver subiu mais que todo mundo e abriu o placar aos oito minutos para o Flamengo. Era uma super vantagem para o início da decisão da Copa Sul-Americana. Mas o Independiente não se assustou. Virou e segurou o placar de 2 a 1 – gols de Gigliotti e Meza marcaram para os donos da casa.

Na próxima quarta-feira, no Maracanã lotado, o Fla precisa de vitória por dois gols de diferença para ser campeão da Sul-Americana – o time argentino joga pelo empate. Em caso de vitória simples dos brasileiros, a decisão vai para a prorrogação e pênaltis.

Depois do gol, o time rubro-negro se encolheu. Com pressão em cima de Éverton Ribeiro, Diego e Paquetá, o Flamengo pouco ficava com a bola e o “Rojo” foi para cima. Trauco, que cruzou a bola do gol do Réver, tinha dificuldade de parar Meza. Barco foi crescendo ao longo da partida e incomodando Pará e Arão, que foi driblado facilmente no gol da virada argentina.

Na 82ª partida na temporada, o Flamengo tirou forças para crescer nos últimos 15 minutos e pressionou no final do jogo. Em arrancada de Everton, Cuéllar cobrou mal falta. Ficou tudo para ser definido no Maracanã.

Confira os destaques do jogo de ida entre Independiente e Flamengo:

Réver por cima. Juan por baixo

Dono da braçadeira no título do Atlético-MG em 2013, Réver passou dias difíceis tentando se recuperar de lesão na coxa esquerda. Mas mostrou a estrela, mais uma vez, ao fazer bonito gol de cabeça. Foi o seu sétimo na temporada (segundo na Sul-Americana). Ele saltou 2,5 metros para testar a bola quase para baixo, colocando no ângulo.

Com eficiência impressionante nos cortes de carrinho, em combates diretos, Juan quase marcou em outra bola aérea. Ele saltou e tentou fazer com a esquerda, mas a bola saiu por pouco.

Arão de altos e baixos; Ribeiro, mais baixos

Em determinado lance no início do jogo, o camisa 5 deu carrinho e impediu contra-ataque. Na continuidade da jogada, recebeu e deu de primeira lindo lançamento para Lucas Paquetá. O mesmo jogador capaz de acertar ótima bola para Diego, na área, minutos depois, foi também quem mais errou passes no Fla – sete. Apesar dos altos e baixos foi importante também nas bolas aéreas. Tirou de cabeça bom cruzamento de Meza.

Éverton Ribeiro perdeu a bola no lance do primeiro gol do Independiente. Foi também batido em outros lances e pareceu confuso na decisão dos lances. No segundo tempo, melhorou e deu ótima bola para Felipe Vizeu. Depois, outra para Everton, que demorou a chutar.

Os dois jogadores se enrolaram na marcação de Barco no segundo gol do time argentino. Arão deixou o corredor aberto e não acompanhou a jogada do cruzamento perfeito para o gol de Meza.

Garotada procura jogo

Com Ribeiro e Diego bem abaixo física e tecnicamente no fim da temporada, a prata da casa tentou ajudar como pode. Foi em cima de Paquetá a falta do gol de Réver. O jogador protegeu a bola contra dois marcadores e chamou a infração do Independiente. Apesar do bom início, caiu na partida – errou seis passes de 13 tentativas – e saiu para entrada de Everton após a virada.

César fez grande defesa em batida direta de Gastón Silva. O goleiro também foi seguro quando o mesmo Silva chutou, a bola desviou em Réver, mas encontrou César esperto. Não teve culpa nos dois gols do time “Rojo”.

Vizeu arrancou bonito no fim do primeiro tempo e mostrou muita disposição, atrapalhando a saída de bola do time argentino. Mas demorou a chutar depois de passe de Éverton Ribeiro. No fim, mostrou força e cruzou bola com perigo.

Everton e Vinicius acordam time no segundo tempo

Vinicius Júnior entrou aos 27 minutos. Seu melhor lance foi aos 30, quando recebeu na área e chutou com perigo. Ainda fez mais duas jogadas pelas pontas – uma de cada lado. O garoto ajudou o Fla a recuperar terreno, assim como Everton, que saiu do banco e arrancou no fim até ser derrubado por Amorebieta. O camisa 22 saía na cara de Martín Campaña.

“Avenida Trauco”

A torcida do Flamengo se irritou com o lateral peruano, que errou quatro passes no primeiro tempo. Mas o principal problema do jogador foram as investidas de Meza. O meia argentino levou vantagem nas tentativas em cima do peruano. Em sua defesa, Trauco cruzou a bola para o gol de Réver. Já havia participado diretamente dos dois gols contra o Junior Barranquilla no Maracanã. “

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/rever-no-alto-e-espacos-na-defesa-por-que-o-fla-perdeu-para-o-independiente.ghtml

De Futebol Man Shitty beats Man U at Old Trafford. Shitty’s lead is eleven points over the Red Devils

Arsenal needed a late goal from Olivier Giroud in the 88th minute to secure a one all draw with Southampton at the Saints house.

The guys stunk the joint out and were fortunate to get the draw.

\

Arsenal is stuck in fifth place with 29 points.

Spurs drop to sixth with 28 points.

EPL Match Report:” A late Olivier Giroud goal rescued a point for Arsenal at Southampton.

The home side got off to a great start on three minutes at a cold and wet St Mary’s when Dusan Tadic fed Austin for his fourth goal in three matches.

Arsenal came into the match but could not find a way past Fraser Forster, who saved well from Aaron Ramsey.

After the break, Arsenal continued to dominate but Southampton always threatened, with Oriol Romeu hitting the bar on 61 minutes and Ryan Bertrand shooting wide when through.

Arsenal looked to be heading for defeat, when Giroud, a substitute, glanced in Alexis Sanchez’s left-wing cross two minutes from time.

The points shared lift Arsenal back above Tottenham Hotspur into fifth. Southampton rise to 10th.”

https://www.premierleague.com/match/22498

Man Shitty scored a decisive 2-1 win over hated rival Man U at Old Trafford.

Shitty is top dog with 46 points.

Man U is second with 35 points.

Chelsea is third with 32 points.

Liverpool and Everton tied one all.

The Reds are fourth with 30 points.

Arsenal is fifth with 29 points.

EPL Match Report on the Shitty win:” Manchester City made Premier League history with a 2-1 derby victory over rivals Manchester United at Old Trafford.

City are the first team to win 14 consecutive matches within the same season, and have equalled the top-flight record of 14 wins in a row, set by Arsenal across two campaigns in 2002.

They went ahead on 43 minutes when a Kevin De Bruyne corner ricocheted for David Silva to score from close range.

United equalised in first-half stoppage time as Marcus Rashford capitalised on a defensive mix-up before Nicolas Otamendi’s fourth goal of the season restored City’s lead.

But to go 11 points clear at the top of the table City required a stunning late double save from Ederson, as Pep Guardiola’s side ended United’s 24-match unbeaten home run.”

https://www.premierleague.com/match/22496

De Futebol Flamengo advances to the finals of the Sul Americana

Flamengo defeats Junior 2-0 to advance to the finals Sul Americana.

Globo Esportes:” Dessa vez não teve Alex Muralha. Com o goleiro barrado até do banco de reservas mesmo após viajar até Barranquilla, o Flamengo contou com as defesas de César, inclusive de um pênalti, e dois gols de Felipe Vizeu para vencer por 2 a 0 o colombiano Junior, em Barranquilla. Como já havia vencido o adversário por 2 a 1, no Maracanã, o rubro-negro garantiu a classificação para a final da Sul-Americana contra o Independiente, da Argentina. O jogo de ida será no dia 6, em Avellaneda e a volta, no dia 13, no Rio.

— Foi merecido. Esse grupo vem trabalhando muito e não poderia ser diferente. A gente tinha que sair com essa classificação — disse Vizeu, que marcou os dois gols.

Antes do jogo, o Flamengo sofreu um banque. Durante o aquecimento, Réver voltou a sentir dores na posterior da coxa esquerda e foi vetado. Como era esperado, o primeiro tempo foi uma grande pressão dos donos da casa, que chegaram a ter 66% de posse de bola. Também era previsível que César seria testado pelos adversário. O primeiro chute foi aos 4 minutos, quando Chará foi derrubado a um passo da área. Na cobrança da falta, ele rolou para Mier chutar forte e rasteiro. A bola cruzou a área e, apesar de ter um jogador na sua frente, César para fora da área. O primeiro alívio.

O lance passou confiança para a torcida, mas o Junior parecia não acreditar no goleiro. Sempre que tinha espaço, o time colombiano arriscava chutes mesmo de posições improváveis longa da área. Talvez por isso, a bola não chegou a ser chutada com muito perigo.

Em um primeiro tempo apático, Diego não conseguiu segurar a bola quando ela esteve com o Flamengo para dar ritmo ao time. Aos 16, ele foi desarmado por Cantillo, que passou para Chará. Veloz e habilidoso, ele invadiu a área e arriscou de novo. César observou a bola bater na rede pelo lado de fora. Dois minutos depois, Chará tabelou com Téo Gutiérrez cruzou para a área. Mier completou para fora.

O Flamengo saía pouco, mas chegou a levar perigo. A primeira boa jogada foi aos 29, com Paquetá. O gol esteve ainda mais próximo aos 38, quando Paquetá recebeu de Éverton Ribeiro pela esquerda e cruzou na área. Felipe Vizeu chegou em carrinho e conseguiu finalizar, mas o goleiro Sebastián Viera evitou o gol.

Aos 43, em erro de Cuéllar, a bola ficou com González, que cruzou. Na área, a bola bateu no braço de Juan. O juiz não marcou o pênalti. Logo no início do segundo tempo, um novo lance polêmico favoreceu o Flamengo. Aos 2, González se embolou com Pará, em um lance esquisto e caiu. Mais uma vez, a torcida reclamou.

A pressão cresceu e, aos 5, a bola dos donos da casa não entrou por um milagre. Téo Gutiérrez cruzou pela esquerda, a bola atravessou a área e González se esticou, mas não conseguiu escorar para o gol já vazio. Outro alívio para o Fla.

O jogo finalmente mudou de cara em um contra-ataque aos 6. Ao receber de Trauco na altura do meio-campo, Vizeu driblou com um único toque Pérez e jogou a bola para frente. Ele ganhou na velocidade com Cantillo, que nem sequer conseguiu fazer falta no atacante. No total, foram 52 metros percorridos. Na saída do goleiro, o atacante chutou forte e balançou as redes.

Aos 13 minutos, o drama do gol rubro-negro voltou quando César desabou no gramado reclamando de cãibras. O goleiro Thiago chegou a fazer o aquecimento, mas César seguiu em campo. Pouco depois, ele foi acionado e fez defesa segura, aliviando a torcida. Aos 31, novamente uma boa defesa em chute de Gutiérrez. Mas a saga de César só ficaria completa aos 40. Após pênalti contro o Flamenga, o goleiro definiu o jogo. Na cobrança de Chará, ele voou no canto esquerdo e espalmou. A final estava garantida, mas, aos 46, Vizeu também queria deixar sua marca. Em cruzamento de Rodinei, ele marcou seu segundo. Foi o quinto dele na Sul-Americana, que agora é artilheiro da competição ao lado de Luis Rodríguez (Atlético Tucuman-ARG) e Cifuente (do Universidad Católica-EQU).

https://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-vai-final-da-sul-americana-em-noite-de-vizeu-cesar-22135826#ixzz501H3stVx

De Futebol Mengao wins the first leg in the semifinals of The Sul Americana

Flamengo defeats Junior Barranquilla, da Colômbia 2-1 in the first leg of the semifinals of the Sul Americana.

Globo Esportes:” Foram 54 segundos entre Alex Muralha substituir Diego Alves e o Junior Barranquilla, da Colômbia, abrir o placar no Maracanã. Tudo parecia dar errado para o Flamengo nesta quinta-feira, mas só até os 30 minutos do segundo tempo. Com gols de Juan e Felipe Vizeu, o rubro-negro conseguiu a virada. Com o 2 a 1, o time de Reinaldo Rueda pode até empatar na próxima quinta-feira, em Barranquilla, para conquistar uma vaga na final da Sul-Americana. Na outra semifinal, o Independiente-ARG receberá o Libertad-PAR na terça-feira após ter perdido por 1 a 0 no jogo da ida.

— É uma vantagem. Temos condições de fazer gol lá e complicar mais a vida deles — disse Juan, que iniciou a reação.

Nos primeiros minutos de jogo, a impressão era de que o rubro-negro conseguiria se impôr no gramado. O começo foi de pressão, com boa participação de Mancuello. Aos 11, ele recebeu de Trauco e chutou forte em direção ao gol. A bola bateu na rede pelo lado de fora e fez muitos torcedores gritarem gol no estádio.

Na primeira chance dos colombianos no ataque, uma jogada mudou o rumo da partida. Aos 16, a defesa falhou, Yony González apareceu na cara de Diego Alves e tentou marcar por cobertura. Depois do chute, o atacante se chocou com o goleiro, que levou a pior. Por um minuto, fez-se grande silêncio no Maracanã, com a iminente entrada de Alex Muralha.

O goleiro reserva ainda foi recebido por alguns gritos de apoio, mas era evidente que a confiança na defesa estava abalada. Aos 20, González recebeu livre pela esquerda da área do Flamengo, marcado à distância por Pará, e cruzou na pequena área. Há 54 segundos em campo, Muralha não conseguiu interceptar a bola, que foi escorada por Teo Gutiérrez para o gol.

Em desvantagem, o Flamengo tentou se reerguer e chegou a ter alguns bons momentos, como mais um chute de Mancuello. A melhor chance foi aos 24, quando Éverton Ribeiro cruzou e Felipe Vizeu cabeceou. A bola passou rente à trave esquerda do goleiro Sebastián Viera. Do outro lado, o Junior parecia seguro. No ataque, Teo Gutiérrez tentava prender a bola. Aos 34, em um contra-ataque, Chará invadiu a área e chutou para defesa parcial de Muralha, que mandou para escanteio.

Vinícius Júnior e Lucas Paquetá

Na volta do intervalo, o Flamengo quase marcou logo na saída. No primeiro minuto, Pará cruzou e Diego cabeceou com muito perigo. Aos 8, Rueda fez a mudança que se esperava no intervalo. Saiu Mancuello para a entrada de Vinícius Júnior. Depois foi a vez de Lucas Paquetá entrar no lugar de Éverton Ribeiro.

O empate quase saiu aos 22, quando Réver subiu para cabecear bem. A bola foi no lado esquerdo do goleiro Viera, que saltou de forma plástica e defendeu. Atento ao rebote, o zagueiro cortou. Quando a pressão crescia no Maracanã, Juan aproveitou um escanteio, se jogou em direção à pequena área e marcou o gol de empate.

Com o 1 a 1, a torcida passou a empurrar o time, e o segundo gol não demorou a chegar. Aos 36, Trauco levantou a bola na área e Willian Arão cabeceou para trás. Antes mesmo de a bola quicar no chão, Felipe Vizeu acertou um chute fortíssimo e balançou as redes. Na comemoração, ele foi abraçar o zagueiro Rhodolfo, com quem se desentendeu durante o jogo contra o Corinthians, no domingo. A sorte mudou de lado no fim.

https://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-derrota-junior-de-virada-na-semifinal-da-sul-americana-22107597#ixzz4zjLlBptj

De Futebol

After stinking the joint out in a loss to Basil Man U came back to beat CSK Moscow 2-1 to win Group A to advance to the knockout round of the Champions league.

The Guardians Richard Jolly: “ Under other circumstances, the main cause for celebration would have been that Manchester United qualified for the Champions League’s knockout stages for the first time since David Moyes was a few months into his six-year contract and Marouane Fellaini was Old Trafford’s newest signing. As it was, in the lowest-profile match of a high-stakes week, sandwiched between games against Arsenal and Manchester City and when progress was all but guaranteed, the most important element could be the goal that might spur Romelu Lukaku into another scoring spree.

“His work for the team every match is crazy,” said José Mourinho, a supportive voice during his £75m signing’s drought. “If I could choose goalscorers, I would always choose the strikers. If he can feel that happiness that strikers only get when they score goals then great.”

Lukaku began his United career with 11 in 10 games. This was just his second in 13 subsequent matches and a first meaningful strike since September. It was beautifully taken and, besides a statistical significance, his equaliser should increase morale and momentum, not least his own. United were trailing, their 39-game unbeaten run at Old Trafford and 100% home record this season under threat, when Lukaku volleyed in Paul Pogba’s delightful ball.

If it was a reminder of how much United will miss their record signing on Sunday, when Pogba begins a three-match suspension for his red card at Arsenal, two goals in as many minutes were both fashioned by superb passes. A swift turnaround was concluded when the influential Juan Mata lofted a ball over the visitors’ defence. Marcus Rashford completed an unusual one-two by angling in the winner to earn the goal he had threatened from the off. He had struck the post in the fourth minute, springing the offside trap to meet Lukaku’s pass, and had used his pace to torment a CSKA Moscow back three with a combined age of 102 and his persistence to keep the goalkeeper Igor Akinfeev busy.

Rashford started, as Mourinho made six changes with City in mind. Even with seven players injured or rested it was notable that Henrikh Mkhitaryan was omitted altogether for the fifth time in six games. Luke Shaw, another who has felt Mourinho’s displeasure when marginalised, began for the first time in 219 days, almost scored his first career goal with a volley Akinfeev parried and drew rare praise from his manager.

“It was a very positive performance, especially going forwards,” he added. “He was deserving of that opportunity for quite a long time and he is going to get more.” In the short term, however, demotion beckons as others return. Mourinho ruled Eric Bailly and Michael Carrick out of the derby, while adding: “Phil Jones has a chance, Fellaini a chance, Zlatan [Ibrahimovic] a big chance and [Nemanja] Matic is injured but will play for sure.”

Their absences meant progress was a squad achievement. “Fifteen points in a season returning to the Champions League is good,” said Mourinho. It would have taken a seven-goal defeat, which United have not suffered since 1931, plus a victory for Basel over Benfica to eliminate them. That always appeared improbable but a first home defeat since City’s last visit to Old Trafford was on the cards when CSKA led in bizarre fashion.

Vitinho’s shot went in via Alan Dzagoev’s back as United appealed for offside. Referee Gianluca Rocchi rightly ruled that Daley Blind, who had slid off the pitch in an attempt to cut out Mário Fernandes’ cross, had played Dzagoev onside. Uefa muddied the waters by crediting Vitinho with the goal but Mourinho conceded it was correctly given.

Thereafter, Sergio Romero was required to make a late save to deny Dzagoev an altogether more conventional equaliser, while Mourinho was left pondering if United’s reward for topping Group A will be a meeting with Real Madrid or Bayern Munich. “I am not the luckiest guy with draws,” he said sardonically. “It is better I shut up and forget it.”

https://www.theguardian.com/football/2017/dec/05/manchester-united-cska-moscow-champions-league-match-report

De Futebol Flamengo ends the season on a high note! A win!

Flamengo defeated Vitoria 2-1 to the season on a high note. The guys will play in the Copa Libertadores next year.

Globo Esportes:” SALVADOR – O Flamengo está na fase de grupos da Libertadores de 2018. A classificação direta do rubro-negro carioca se deu apenas no último lance da partida, quando Diego marcou de pênalti para dar números finais no Barradão: 2 a 1. Apesar do revés, o Vitória escapou da queda para a Segunda Divisão.

Antes de o camisa 35 decidir o confronto, Rafael Vaz era o nome do jogo, para o bem e para o mal. No primeiro tempo, o zagueiro acompanhou de longe e permitiu que Carlos Eduardo, ex-Fla, abrisse o placar. Já na segunda etapa, subiu ao ataque e aproveitou a assistência de Willian Arão, após bela jogada de Vinicius Junior, para empatar.

A virada do Flamengo se construiu no último minuto, quando Diego cobrou falta na barreira. Com a ajuda da mão, Uillian Correia afastou, e o juiz marcou pênalti. O meia rubro-negro não desperdiçou.

A classificação direta para a fase de grupos dá alívio a um time que há meses vive sob pressão. Com a vaga em mãos, o Flamengo pode encarar o Independiente, nos dias 6 e 13, de olho no título da Copa Sul-Americana. O passaporte para a Libertadores já está carimbado.

https://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-vira-sobre-vitoria-esta-na-fase-de-grupos-da-libertadores-22145039#ixzz50EujojQj

De Futebol Flamengo is back to their losing ways

Boo Menago is back to their stupid losing ways. Flamengo lost to Santos 2-1. The schmucks have lost three out of their last four matches.

Globo Esportes:” Com duas falhas de Alex Muralha, o Flamengo levou a virada do Santos, perdeu por 2 a 1, neste domingo, na Ilha do Urubu, e perdeu a chance de se classificar para a Libertadores antecipadamente. O goleiro foi vaiado o tempo todo e a equipe deixou o estádio sob o grito de “Time sem vergonha”.

LEIA TAMBÉM: ‘Pior do mundo’ já fala em ‘proposta’ por Muralha

O time está com 53 pontos, em sexto lugar, mas pode ser ultrapassado pelo Botafogo, que joga hoje com o Palmeiras. Na última rodada, enfrentará o Vitória, em Salvador, que luta para não cair.

— Sabíamos que a ansiedade poderia nos prejudicar e foi o que aconteceu. Agora é juntar os cacos que deixamos aqui e na quinta-feira ir em busca dessa classificação (na Copa Sul-Americana) — disse Réver.

Vencer o Santos significava a vaga na Libertadores, ainda que na fase inicial, com antecedência. A postura do Flamengo, com o apoio da torcida na Arena da Ilha, foi de quem queria resolver a questão o quanto antes. Mesmo com alguns jogadores poupados, principalmente na defesa, o time se mostrou dono do jogo desde o início.

Tanto que, antes dos dez minutos de partida, abriu o placar na bola alta. Vaz ganhou no alto, a bola desviou na defesa adversária e Paquetá, de cabeça, fez 1 a 0. Mas o momento de paz com a torcida e com o futebol, algo incomum neste ano, durou pouco. O motivo não foi novidade: Alex Muralha.

A única mudança obrigatória que o técnico Reinaldo Rueda teve de fazer foi justamente no gol. Com a lesão de Diego Alves, que fraturou a clavícula, o criticado goleiro retornou ao time titular. Praticamente no primeiro lance que foi exigido falhou. Aos 10 minutos, Vaz recuou a bola para ele, que a deixou escapar e não impediu Ricardo Oliveira de roubá-la. O atacante cruzou e Bruno Henrique empatou. O goleiro se limitou a levantar os braços num pedido de desculpas.

A torcida, que apoiava o time, passou a xingar e a vaiar Muralha e Vaz. Porém, isso não abalou a equipe. O rubro-negro manteve a pressão durante todo o primeiro tempo.

Entre trocas rápidas de bola do meio e do ataque, umas das melhores chances veio aos 17. Vizeu tocou rápido para Éverton Ribeiro, que cruzou em cima da zaga. Na sobra, Cuéllar chutou forte e Vanderlei deu o rebote. Diego não conseguiu aproveitar.

A equipe continuou rondando o gol de Vanderlei e pouco foi ameaçada. O lance mais marcante foi uma falta de Vaz em Ricardo Oliveira, que pediu pênalti. A arbitragem nada marcou.

Na saída para o vestiário, Muralha não se esqui vou da culpa e comentou as vaias insistentes a cada vez que tocou na bola.

— Estou sendo cobrado há algum tempo, pois fizeram uma imagem de mim como um goleiro ruim. Fui infeliz na jogada pode, botar na minha conta. Temos de colocar o Flamengo na Libertadores ano que vem e vamos fazer de tudo para isso — disse o goleiro.

A torcida, no entanto, não perdoou Muralha no segundo tempo. Muito menos o zagueiro Rafael Vaz. Ela até apoiou o time no início. Ainda mais depois da cabeçada de Arão, aos nove minutos, que passou sobre o gol de Vanderlei.

Porém, teve motivos para continuar desconfiada. Aos 12 minutos, Victor Ferraz cruzou da direita, o zagueiro tentou tirar a bola, que parou na trave. Por muito pouco não fez contra.

O lance animou o Santos, que não precisava mais que um empate para confirmar presença na fase de grupos da Libertadores. O adversário conseguiu bloquear bem o ataque rubro-negro, que rondou a área de todas as formas para tentar um espaço. Restavam as bolas aéreas ou faltas perto da área.

O time paulista nem precisou se esforçar muito para chegar à virada. Mais uma vez Muralha ajudou o Santos, que, em todo jogo, praticamente só chegou na área rubro-negra nos dois lances de gol. Aos 28, Arthur Gomes, que acabara de entrar, chutou da esquerda e a bola passou por baixo do corpo do goleiro.

Rueda não teve outra opção. Colocou os garotos em campo. Primeiro, Vinícius Júnior. Depois, Lincoln. Os meninos inflamaram o time. Aos 37, Lincoln driblou vários jogadores, entrou na área e finalizou. Vanderlei salvou com o pé. Em seguida foi a vez de Vinícius Júnior exigir agilidade do goleiro do Santos em chute cruzado.

https://oglobo.globo.com/esportes/com-falhas-de-muralha-flamengo-perde-para-santos-na-ilha-22116634#ixzz4zjMk186M

De Futebol Chelsea wins! Liverpool wins! Spurs Draw! Man U wins a classic over hated rival Arsenal!

The Blues fell behind one to nil to Newcastle. Chelsea turned on the jets to score the next three goals to lay waste to Toons 3-1.

Eden Hazard led the way with the daily double in the 24th and 77th minutes.

The Blues have 32 points.

Newcastle has 15 points.

Liverpool blew the doors off Brighton and Hove Albion 5-1 at the Seagulls house.

The Reds put this puppy to bed with two goals in a span of one minute in the first half. Emre Can 30th minute and Roberto Firmino 31 minute gave Liverpool the quick two nil lead.  And it was downhill from there for Brighton and Hove Albion. Firmino made it 3-1 in the 48th minute.

The Seagulls cut the gap to 3-1 when Glenn Murray nailed the PK in the 51st minute. Then all the wheels fell off the wagon for Brighton and Hove Albion. Phillip Coutinho found the back of the net in 87th minute to make 4-1 Liverpool.  Add insult to injury Lewis Dunk deflected the tock into the back of the net for an own for the Seagulls for the second week in a row for a final 5-1 the Reds.

Everton blew out Huddersfield 2-0 for Sam Allardyce’s first win as the Toffees manager.

Everton has 16 points good enough for tenth place.

Watford and Tottenham tied one all.

Spurs are fading fast.

Stoke City doubled up on Swansea City 2-1.

Crystal Palace and West Brom nil-nil.

Leicester City defeated Burnley 1-0.

EPL Match Report on the Reds win:” Liverpool handed Brighton & Hove Albion their first home defeat since opening day with a 5-1 victory before a record crowd at Amex Stadium.

There were 30,364 fans present to witness a sublime away display built on Roberto Firmino’s brace.

Emre Can opened the scoring on the half-hour with a header from Philippe Coutinho’s corner.

Within 80 seconds Liverpool surged upfield and Coutinho’s cross was angled in by Roberto Firmino from six yards.

Mohamed Salah teed up Firmino on the counter-attack for the Brazilian striker to find the top corner on 48 minutes.

Glenn Murray dispatched a penalty for the hosts three minutes later, but Jurgen Klopp’s men clinched three points thanks to Coutinho’s free-kick and Lewis Dunk’s own goal.

Liverpool climb into the top four, ahead of Arsenal’s encounter with Manchester United. Brighton slip to 11th.”

https://www.premierleague.com/match/22484

Man U and Arsenal played a classic fast break soccer. The Red Devils jumped out to a quick two nil lead in the first eleven minutes. Antonio Valencia 4th minute and Jesse Lingard nailed the first of his daily double in the 11th minute.

Arsenal revved up the tempo by putting a ton of pressed on David de Gea and company.

De Gea made save after save until Arsenal’s Alexandre Lacazette poked home the rock in the 49th minute to cut the gap to 2-1. It sure looked like Man U was on the ropes until Jesse Lingard on a classic two on  one break out in the 63rd minute gave the Red Devils the 3-1 lead.

This was Arsenal’s first home loss in twelve matches.

Paul Pogba was given the heave hoe in the 74th minute.

Man U stacked the “D” held on for the hard fought 3-1 win over the Gunners.

The Red Devils stay in second place with 35 points.

Chelsea is third with 32 points.

Liverpool is fourth 29 points and Arsenal is fifth with 28 points.

EPL Match Report on the Man U classic win:” Manchester United ended Arsenal’s 12-match home winning run thanks to Jesse Lingard’s brace and David De Gea’s heroics in a thrilling 3-1 victory.

United were 2-0 up after only 11 minutes at Emirates Stadium after Arsenal defensive mistakes.

Antonio Valencia scored after a one-two with Paul Pogba on four minutes, then Anthony Martial flicked in Lingard to score.

Arsenal had been thwarted by De Gea’s brilliance, making a joint-record 14 saves, until Aaron Ramsey set up Alexandre Lacazette to fire in four minutes after the break.

Lingard made it 3-1 on a breakaway, cleverly set up by Pogba, who then got sent off after 74 minutes.

It did not stop United claiming the three points that took them to within five of leaders Manchester City, who play Huddersfield Town tomorrow. Arsenal slip to fifth.”

https://www.premierleague.com/match/22482

De Futebol Mengao gets first win in two straight matches

Flamengo finally won after three straight matches without a “W”. Mengao kicked ass and took names in 3-0 win over Corinthians. The Schmucks are in sixth place with 53 points.

Globo Esportes:” O Flamengo derrotou o Corinthians por 3 a 0 na tarde deste domingo, na Ilha do Urubu, conseguindo um resultado importante na briga por uma vaga na Libertadores. Mancuello, Diego e Felipe Vizeu marcaram os gols, em uma partida que teve cobrança por parte da torcida e discussão forte entre Rhodolfo e Vizeu.

O Flamengo ganhou uma posição, superando o Botafogo – que empatou sem gols com o São Paulo – e subindo para o sexto lugar. Na próxima rodada Flamengo recebe o Santos na Ilha, enquanto o Corinthians pega o Atlético-MG no Itaquerão.

– Para mim foi uma surpresa jogar. Teve algumas vezes que nem fui para o jogo. Fico feliz por ajudar meus companheiros e agradeço a quem acreditou em mim nesse tempo que não joguei. Estou muito feliz. Fazia muito tempo que não fazia gol, é bom marcar – vibrou Mancuello.

O clima na Ilha do Urubu era de muita cobrança. O time entrou em campo aos gritos de ‘sem vergonha’. Jogadores como Pará e Rafael Vaz foram bastante vaiados.

Nervoso, o Flamengo começou errando passes, mas mesmo assim dominou um Corinthians em clima de ressaca pós-título. Aos 9, Diego bateu falta na área e Léo Príncipe cabeceou para trás, quase marcando contra. O lateral corintiano se resumiu aos 18, salvando na pequena área quando Felipe Vizeu e Mancuello apareciam livres para marcar.

A essa altura, a torcida já havia diminuído a pressão. O clima melhorou definitivamente aos 21 minutos, quando Mancuello dominou na frente da área, puxou para a esquerda e acertou um chute precioso no ângulo de Cássio, abrindo o placar.

O clima virou festa dez minutos depois. Geuvânio, apagado até então, entrou na área e foi derrubado por Pablo. Pênalti que Diego cobrou no meio do gol para ampliar.

Diego Alves, que era um mero espectador do jogo, apareceu aos 43 fazendo grande defesa em cabeçada de Jô. Na cobrança do escanteio, Romero cabeceou à queima-roupa e Diego Alves salvou de novo.

E foi nesse lance que teve início uma confusão entre Rhodolfo e Felipe Vizeu. O zagueiro cobrou acintosamente o atacante, que havia deixado Romero sozinho, e chegou a acertar Vizeu com um soco nas costas, tentando ainda dar uma cabeçada. Muito nervoso, o zagueiro precisou ser contido por Diego Alves.

No lance seguinte, a defesa do Corinthians cochilou, Felipe Vizeu entrou na área e chutou colocado no canto direito para marcar. Na comemoração, o atacante mostrou o dedo médio na direção do zagueiro, enquanto proferia xingamentos. No campo de defesa, Rhodolfo xingava de volta. Foi possível fazer a leitura labial de ‘eu vou quebrar esse moleque’.

Foi num clima de festa pelo resultado parcial e tensão pela briga entre dois jogadores que o Flamengo foi para o intervalo. Na volta, Rhodolfo tentou minimizar o ocorrido.

– Tranquilo, foi um lance de jogo, a gente conversou no vestiário.

Felipe Vizeu acabou substituído aos 20 minutos pelo jovem Lincoln, de apenas 16 anos. Saiu de campo entre um misto de vaias e aplausos. Pouco depois, Reinaldo Rueda trocou Geuvânio por Everton Ribeiro.

Apesar da vantagem, o Flamengo seguia em cima, no campo adversário. O Corinthians ameaçava nas bolas paradas. Aos 23, Jô tocou de cabeça por cima de Diego Alves, mas Arão apareceu para salvar quase em cima da linha. A resposta do Fla veio aos 31: Diego bateu no canto, a bola desviou na zaga e saiu rente à trave.

Com a vitória assegurada, a tarde que começou tensa e com cobranças terminou com gritos de ‘olé’ pela torcida rubro-negra a cada troca de passes nos minutos finais. O resultado ainda garantiu ao Flamengo ao menos uma simbólica honraria: foi único time a não ser derrotado pelo campeão Corinthians no Brasileiro.

https://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-derrota-corinthians-em-jogo-com-discussao-entre-rhodolfo-vizeu-22087111#ixzz4yumF494c