Flamengo Sucks. The Guys Have Lost two Straight

Boo-Mengao really sucks big time. The guys have lost two straight. This time Flamengo lost to Internacional 2-1.

The loss dropped us to fourth place with 41 points.

Colorada is the top dog with 46 points.

Sao Paulo lost so Tricolor is second with 46.

Palmeiras is third with 43 points after 2-0 win over Atletico PR.

Globo Esporte:” Dois anos depois, o Internacional está de volta ao topo da tabela do Brasileiro. São exatos 810 dias entre a oitava rodada do Brasileiro 2016 até a vitória sobre o Flamengo (2 a 1) pela 23ª do Brasileiro deste ano. Sem brilhar, mas consistente, marca desta equipe de Odair Hellman, o Colorado marcou com Pottker e Rodrigo Dourado – o Rubro-Negro carioca, que caiu para a quarta colocação, descontou num bonito gol de Vitinho. No fim, Marcelo Lomba garantiu a vitória em defesa nos pés de Matheus Savio para completar a festa colorada.

Não demorou para o Inter mostrar que o momento das equipes era diferente. Bem diferente. O longo lançamento de Edenilson encontrou a cabeça de Pottker, as costas de Léo Duarte e morreu nas redes de Diego Alves com a canhota do atacante colorado. Do outro lado, o colombiano Marlos, que não marcava há 72 partidas antes do apito inicial em Porto Alegre, não teve uma, mas duas chances à feição. Não fez o gol.

O Internacional aproveitou todo o ambiente favorável em casa. Mas não teve noite tranquila. A melhor defesa teve sorte nas conclusões erradas do colombiano rubro-negro. Com Lincoln como novidade no comando do ataque e Vitinho na posição de Diego, o Flamengo avançou do jeito que podia. Mas os gaúchos administraram o empate até o intervalo.

Ameaçado pelo Flamengo após o gol no início de Pottker, o Inter perdeu duas grandes chances, a primeira com Nico López, depois de lindo lançamento de Rodrigo Dourado. A segunda, com Patrick, em grande defesa de Diego Alves. Num contra-ataque, o Flamengo marcou com Vitinho.

O camisa 14, ex-Inter, pegou lindo chute de primeira. A bola quicou dentro do gol. E Vitinho, pressionado, comemorou emocionado de joelhos no gramado do Beira-Rio. Quem não comemorou muito foi a torcida rubro-negra. Dois minutos depois, Dourado subiu entre Léo Duarte e Rhodolfo e explodiu o Beira-Rio: 2 a 1.

No fim, com Willian Arão, Uribe e Matheus Savio o Flamengo foi para cima. Savio teve grande chance nos pés de Lomba, mas o goleiro colocado, formado na Gávea, brilhou e garantiu a vitória colorada.

https://globoesporte.globo.com/rs/futebol/brasileirao-serie-a/jogo/05-09-2018/internacional-flamengo.ghtml

Flamengo is on the downhill Slide! Boo- Mengao lost to Ceara 1-0!

Flamengo is on the downhill slide lately. The guys have lost two out of their last five matches. This crap play and lack of the scoring has hurt us big time.

Boo Mengao lost to drop zone Ceara 1-0.

The only saving grace is that Sao Paulo and Internacional both have tied.

Tricolor is top dog with 46 points. Colorado is second with 43 points while Flamengo is third with 41 points.

Globo Esporte:” Domingo de sol e Maracanã lotado. Do outro lado, o vice-lanterna do torneio. Parecia uma manhã de festa para os rubro-negros, mas acabou virando 90 minutos de futebol ruim, com um final melancólico. A derrota por 1 a 0 é um desastre para um time que visava encostar na liderança do Brasileirão e um balde de água fria para uma torcida que esgotou os ingressos dias após a eliminação na Libertadores.

Foi um mar vermelho e preto de frustração.Mas como esse Flamengo que almeja título caiu diante de um Ceará que tenta respirar para fugir do rebaixamento?

O Flamengo teve 64% de posse de bola no Maracanã, é verdade. Mas impressionou como o Rubro-Negro não soube transformar esse ”controle” em resultado. E tem sido assim há alguns jogos. Apesar de ser notório que o estilo de jogo deste elenco precisa de toque de bola para a construção das oportunidades, o que se viu foi um Rubro-Negro tentando cruzamentos ineficazes na área e, no máximo, arriscando de fora da área. Foram nada menos 36 ”chuveirinhos” – com apenas três cabeçadas.

Estava claro que não ia funcionar. Como não funcionou. As melhores chances, ainda assim, surgiram a partir de tabelas e toque de bola – como no lance entre Paquetá e Éverton Ribeiro. Houve um gol de Diego, anulado pela arbitragem por impedimento, no começo do jogo. Dourado também perdeu chance após sobra de escanteio.

O Flamengo veio com mudanças para o jogo. Barbieri colocou Rodinei e Vitinho – principal reforço da temporada – no banco, iniciando o jogo com Marlos e Pará. O lateral não comprometeu, mas não fez nada muito diferente do que o seu antecessor. O colombiano, por sua vez, não conseguiu ser efetivo em praticamente nada que tentou. Sofreu faltas, mas parecia brigar com bola em tudo que tentava. Saiu sob vaias ao ser substituído por Vitinho, que também pouco somou.

Sem Cuéllar, suspenso, foi a vez de Piris da Motta voltar ao time. O gol sofrido saiu logo após sua substituição (deu lugar a Uribe). E isso não foi coincidência. O paraguaio fazia até então bem a proteção da zaga. Posicionava-se até de forma distinta do titular Cuéllar, quase sempre postado à frente de Réver e Rhodolfo.

Não que seja uma justificativa. Nem mesmo o grupo buscou se respaldar na intensa maratona que a equipe vem vivendo. Mas, debaixo de um sol forte às 11h, era notável o cansaço de alguns jogadores. Vaiado e com rendimento abaixo do esperado há alguns jogos, Paquetá é um dos que aparece mais desgastado – só ficou fora de um jogo desde o retorno após a Copa do Mundo.

Agora, o Flamengo segue com pouco tempo para lamentar/descansar. Na quarta-feira, já tem um novo desafio. Encara o Internacional, vice-líder e rival direto na briga, fora de casa. Não bastasse isso, não terá três titulares: Diego (suspenso), Paquetá e Cuéllar (seleções). A presença de Réver ainda é indefinida.

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/engessado-previsivel-e-cansado-fla-vive-manha-para-esquecer-diante-de-maracana-lotado.ghtml

Flamengo is knocked out of the Copa Libeartadores 2-1 on aggregate!

Flamengo defeated Cruzeiro 1-0 however the guys lost in aggregate 2-1 to get knocked out of the Copa Libertadores round of sixteen.

Globo Esporte: “Um time que cerca, mas não machuca. Domina, mas não se impõe. Vence, mas não se classifica.

Dizer que o Flamengo fez uma partida ruim na vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, na noite de quarta-feira, no Mineirão, seria mentira. Por outro lado, não exibiu nada que transformasse em injusta a eliminação nas oitavas de final da Libertadores. E isso não passa somente pela derrota no Maracanã.

Claro que o 2 a 0 para os mineiros no Rio de Janeiro teve influência direta no ritmo da partida de Belo Horizonte. Para ser mais específico, o gol de Arrascaeta, logo aos dez minutos da etapa inicial, já deu ao Cruzeiro as rédeas do confronto há três semanas. Condição que o Flamengo não conseguiu trazer para si, por mais que apresentasse qualidades no Mineirão.

Mesmo sob pressão, a equipe de Maurício Barbieri raramente se desorganizou. Mesmo diante de um estádio pintado de azul, soube ter o domínio das ações. O problema é que mesmo assim praticamente não colocou em risco a classificação celeste. Sejamos objetivos: não houve um momento de pressão ou grande defesa de Fábio.

Fatores que fizeram com que Barbieri apelasse para um fato novo, que não funcionou: escalar Vitinho centralizado com a entrada de Marlos Moreno no lugar de Henrique Dourado, aberto pela esquerda. Era uma alternativa para machucar mais o Cruzeiro no campo ofensivo, mas Mano Menezes soube se preparar para sair de campo com a vaga e apenas ferimentos leves.

Com linhas bem definidas, os mineiros se fechavam em seu campo e deixavam a bola com o Flamengo. O quarteto defensivo praticamente não avançava muito além da grande área, limitando os espaços para circulação e ações em velocidade dos atacantes rivais. Era um ônibus estacionado na entrada da área, como dizem os ingleses, que obrigava o Rubro-Negro a apelar para chutes de fora.

Das cinco finalizações no primeiro tempo, quatro foram desta maneira, com Everton Ribeiro, Vitinho, Cuéllar e Marlos Moreno. Irrelevante para um time que teve 62% de posse de bola. Como se não bastasse, os cruzeirenses aguardavam erros na saída de bola de um Flamengo exposto, espetavam a partir do grande círculo e assim criaram a melhor chance da etapa inicial, desperdiçada por Barcos em erro de Diego.

O panorama mudou pouco na volta do intervalo, e o Cruzeiro sabia ser mais perigoso mesmo diante de um adversário com domínio territorial. Em novo erro na saída de bola, desta vez de Cuéllar, Egídio invadiu a área e errou o cruzamento. Pouco depois, Diego Alves fez milagre diante de Thiago Neves.

Do lado rubro-negro, Marlos Moreno e Rodinei recebiam a bola, mas pouco produziam, e a corrida contra o relógio piorava a situação. A impaciência começava a virar desorganização, e Barbieri trocou Vitinho por Dourado.

Logo de cara, gol: 1 a 0. Léo Duarte, aos 24. O Flamengo que tanto cercou sem levar perigo fez valer a bola parada de um escanteio para renascer no jogo e no confronto. Muito mais pelo placar do que pela produtividade, é verdade.

Com 20 minutos pela frente, Barbieri não se privou de ousar. Trocou Cuéllar por Lincoln, Renê por Geuvânio, mas foi o Cruzeiro que levou mais perigo em duas jogadas de Arrascaeta.

Mesmo com sete jogadores de características ofensivas em campo (sem contar Rodinei), o Flamengo não conseguiu ir além do chuveirinho. Não conseguiu ir além das oitavas de final.

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/bom-mas-insuficiente-fla-cerca-muito-machuca-quase-nada-e-aumenta-lista-de-fracassos-na-taca-libertadores.ghtml

Flamengo Stops The Bleeding with a Huge 1-0 win over Vitoria!

Flamengo stopped the bleeding win a hard fought 1-0 win over Vitoria.

The guys are still parked in third place with 40 points. Sao Paulo tied and Internacional won. Boo Mengao is two points first place Sao Paulo 42 points and one behind second place Internacional 41 points.

Globo Esporte:” No duelo de rubro-negros no Maracanã, na noite desta quinta-feira, melhor para o time da casa: com domínio do jogo, mas pouca eficiência, o Flamengo fez 1 a 0, com Diego, segurou o jogo, bateu o Vitória e voltou a vencer no Brasileirão. O resultado colou o time de Maurício Barbieri nos líderes e deixou os baianos na zona da degola.

O Flamengo controlou os primeiros 45 minutos. Logo no início do jogo, Vitinho, em busca do primeiro gol com a camisa do Flamengo, soltou uma patada de longe e carimbou o travessão de Ronaldo. Sem ser ameaçado, o time de Barbieri colecionou chances perdidas – Henrique Dourado e Éverton Ribeiro não foram eficientes -, mas abriu o placar antes do intervalo: aos 40 minutos, Diego aproveitou rebote do goleiro em cabeçada de Paquetá e balançou a rede.

.No 2º tempo, já em vantagem, o time da casa diminui o ritmo e deu espaços para o Vitória. Mas os baianos exageraram nos passes errados e só foram assustar aos 38 minutos: Lucas Fernandes passou por Renê, invadiu a área e bateu cruzado, mas parou em Diego Alves.

https://globoesporte.globo.com/ba/futebol/brasileirao-serie-a/jogo/23-08-2018/flamengo-vitoria.ghtml

Flamengo losses Ground to Top Dog Sao Paulo After a Two all Draw with America-MG

Flamengo and America-MG tied two all. Boo-Mengao fell further behind first place Sao Paulo.   Tricolor defeated Ceara 1-0.

Internacional and Palmeiras tied nil-nil.

Sao Paulo sits at the head of the class with 45 points.

Colorado is second with 42 points and Mengao is third with 41 points.

Globo Esporte. América-MG e Flamengo empataram em 2 a 2 pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, na tarde deste domingo, no Estádio Independência. No primeiro tempo, ambas as equipes deram espaços: o Rubro-Negro abriu o placar aos 14 minutos do primeiro tempo, com Éverton Ribeiro, e o Coelho empatou aos 22, com Rafael Moura. Melhor no segundo tempo, o Fla chegou ao segundo gol aos 15 minutos, com Lucas Paquetá, mas teve Cuéllar expulso aos 19. O América aproveitou, partiu para cima e igualou o placar novamente, aos 41, com Gerson Magrão.

Tanto América-MG quanto Flamengo tiveram espaços para buscar o gol na etapa inicial. O time de Adilson Batista começou o jogo em cima, adiantou a marcação e não deixou o Rubro-Negro chegar nos primeiros 10 minutos. Acuado, a equipe de Maurício Barbieri demorou a sair para o jogo, mas quando buscou os espaços encontrou o gol, aos 14 minutos, com Éverton Ribeiro de cabeça, após ótimo cruzamento de Renê. Aproveitando o Fla com a marcação baixa, o Coelho conseguiu o empate oito minutos depois, em cabeçada de Rafael Moura. Os dois times seguiram se movimentando no ataque, mas com poucas chances criadas – apostaram nas jogadas aéreas. O Flamengo, com Vitinho e Paquetá, esteve mais perto do segundo gol.

O Flamengo voltou melhor para a segunda etapa, sem oferecer tantos espaços ao América-MG. Mais agressivo e com mais posse de bola, antes dos 15 minutos o time carioca teve duas boas chances com Réver e Dourado. Aos 15, ampliou com Paquetá, que aproveitou cruzamento de Éverton Ribeiro. Quatro minutos depois, Cuéllar foi expulso e Barbieri precisou sacrificar Dourado e Vitinho para as entradas de Piris da Motta e Arão. A partir daí, o Coelho tomou as ações, mas ficou vulnerável aos contra-ataques. Éverto Ribeiro teve chances de definir, mas João Ricardo não deixou. Enquanto o Fla se fechava, Adilson Batista deixou o América mais ofensivo, e funcionou: aos 41, Marquinhos cobrou falta na trave e Gerson Magrão, que havia tido chances no primeiro tempo, aproveitou o rebote para dar números finais à partida.

https://globoesporte.globo.com/mg/futebol/brasileirao-serie-a/jogo/26-08-2018/america-mg-flamengo.ghtml

Boo Mengao Sucks!

Flamengo got the crap beat outta them by Atlético-PR 3-0. The loss drops the guys into third place with 37 points.

Globo Esporte:” Bastaram os primeiros 20 minutos para o Atlético-PR construir a vitória sobre o Flamengo. Neste período, o Furacão fez os gols do triunfo por 3 a 0 na Arena da Baixada, neste domingo. Depois, segurou a tímida reação carioca e quase ampliou. Pablo, Raphael Veiga e Zé Ivaldo marcaram para o Furacão. Foi a última rodada do primeiro turno.

O Flamengo não vence o Atlético-PR em Curitiba pelo Campeonato Brasileiro desde 1974. Desta vez, sem os poupados Diego Alves, Diego e Réver e o suspenso Henrique Dourado, passou longe de conseguir quebrar o jejum. Tanto que, com a vitória encaminhada, a torcida do Furacão provocou o rival carioca e cantou: “O freguês voltou!”.

Apesar da vitória, o Atlético-PR não deixou a zona de rebaixamento. O Furacão chegou a 18 pontos e assumiu provisoriamente a 18ª posição. O time seguirá com um jogo a menos após o término desta rodada. (Clique aqui e confira as notas de atuações do Furacão)

O Flamengo, por sua vez, perdeu posição. Com a vitória do Inter sobre o Paraná, os cariocas estão em terceiro lugar na tabela, com 37 pontos, e podem ver a diferença para o líder São Paulo subir para quatro pontos.

A estratégia do Atlético funcionou à perfeição: pressionou no início, sem deixar que o Flamengo tivesse tempo para se adaptar à grama sintética. Com os cariocas dispersos e errando muito, os gols saíram um atrás do outro, sempre em velocidade pelos lados.

Com a vantagem construída, o Furacão administrou e pouco foi ameaçado. Santos brilhou com algumas defesas, mas foi mais exigido em chutes de longe – exceção de uma saída à queima-roupa em chute de Vitinho.

O Flamengo melhorou no segundo tempo, mas não foi efetivo. Vitinho esteve entre os que mais tentaram, e Lincoln melhorou o time após entrar. Por outro lado, Uribe, Everto Ribeiro e Paquetá estiveram apagados. “

Flamengo defeats Cruzeiro 1-0 to Stay One Point Behind Sao Paulo

Flamengo defeated Cruzeiro 1-0. The win keeps the guys a point behind place Sao Paulo. Boo- Mengao has 37 points while top dog Sao Paulo has 38.

Globo Esporte:” Em um Flamengo x Cruzeiro do Brasileiro quatro dias após o primeiro duelo decisivo nas oitavas de final da Libertadores, o time mineiro trocou quase todos os jogadores e entrou só com dois titulares neste domingo, no Maracanã. O rubro-negro poupou menos, mas foi um jogador que ganhou a chance que roubou a cena da partida. Sem jogar há 18 dias e sem marcar a 66, Henrique Dourado foi o autor do único gol da partida. Apesar da vitória de 1 a 0, a vitória do São Paulo por 3 a 1 sobre o Sport, em Recife, impediu a retomada da liderança.

— Nesse tempo fiquei trabalhando bastante, não baixei a guarda. Minha família sempre está nestes momentos — disse Dourado.

No gramado do Maracanã, ainda antes do jogo começar, Maurício Barbieri falou sobre a opção de escalar o centroavante. Além dele, Trauco, o estreante Piris da Motta, Lucas Paquetá e Vitinho entraram nas vagas ocupadas por Renê, Cuéllar, Jean Lucas e Marlos Moreno na derrota por 2 a 0 da última quarta-feira.

— Tenho frisado sempre, temos jogadores qualificados na frente. Dourado é um deles. A gente entendeu que pela característica dos jogadores do Cruzeiro, o Dourado seria uma boa opção para o jogo — analisou Barbieri.

Não foram só os técnicos que pensaram na Libertadores. Assim como aconteceu no meio da semana, a torcida voltou a vaiar o lateral-direito Rodinei. Dessa vez, o Flamengo controlou completamente a posse de bola na primeira etapa. Aos 21 minutos, o rubro-negro tinha 75% da posse de bola. Foi quando, com liberdade, Éverton Ribeiro deu assistência para Henriqeu Dourado, de primeira, chutar de biquinho para marcar. A bola ainda bateu na trave antes de entrar. No fim da etapa, aos 43, Trauco salvou um gol quando Henrique subiu mais alto após cruzamento e cabeceou com força. Também de cabeça, o peruano tirou em cima da linha.

No segundo tempo, Mano colocou seus dois principais jogadores em campo aos 10. Saíram Mancuello e David para a entrada de Arrascaeta e Thiago Neves, autores dos gols na partida da Libertadores. Aos 25, Robinho entrou no lugar de Rafinha. Os visitantes cresceram e pareciam perto de empatar.

A primeira mudança de Barbieri foi a entrada de Arão no lugar de Diego aos 29. Dois minutos depois, os rubro-negro ficaram aliviados quando Diego Alves defendeu em cima da linda uma cabeçada de Arrascaeta. Em novas mexidas, Vitinho e Dourado deram lugar a Moreno e Pará. Com eles em campo, o Flamengo conseguiu segurar a vitória.

https://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-vence-cruzeiro-com-gol-de-henrique-dourado-22972081#ixzz5O0VRuacH

De Futebol Flamengo Stinks in a 2-0 Loss to Cruzeiro in the Copa Libertadores

Flamengo stunk the joint out in2-0 loss to Cruzeiro in the first leg of the Copa Libertadores the knockout stage.

Globo Esporte:” O grito de gol que, perto de sair, volta para a garganta não tem deixado apenas o torcedor do Flamengo incomodado. O técnico Maurício Barbieri demonstrou sua insatisfação com o excesso de chances desperdiçadas por sua equipe. Ao fim da partida contra o Cruzeiro, vencida pelos mineiros por 2 a 0, o treinador citou, por mais de uma vez, a dificuldade do rubro-negro em balançar as redes rivais.

– Tivemos oportunidades e, num jogo desta envergadura, contra um adversário maduro, temos que aproveitar. Isso fez bastante a diferença. Conversamos bastante no vestiário, e sentimento é de frustração. Estamos todos insatisfeitos – admitiu o técnico.

Contra o Cruzeiro, foram cinco finalizações corretas. Nenhuma delas convertida. E esta falta de pontaria não foi exclusividade do jogo desta quarta. Tem perseguido o Flamengo e ajuda a explicar o fim das vitórias. Nas últimas três partidas, o time de Barbieri chutou 14 vezes na direção do gol. Neste período, só marcou um. Levando-se em consideração o total de conclusões (ou seja: incluindo as que foram para fora), são 32 tentativas e só um gol.

– Falar de eficiência é complicado. Não foi uma noite feliz em relação às conclusões. O que fica de saldo é que conseguimos criar as chances contra o Cruzeiro, que é muito forte, mas não é imbatível.

Recentemente perdeu de 2 a 0, no Mineirão, para o São Paulo. Sabemos que é muito difícil, mas temos condições de superar este desafio – completou Barbieri.

Com a dificuldade em fazer gols, os centroavantes são questionados. Titular nas últimas quatro partidas, Fernando Uribe ainda tenta se adaptar ao futebol brasileiro. Ele só marcou um até agora. Henrique Dourado, por sua vez, só entrou em campo por dois minutos após a Copa do Mundo e, nesta quarta, sequer ficou no banco de reservas.

Já Guerrero, que atravessa má fase, não chegou a um acordo com o clube pela renovação e prepara a mudança para o Internacional. Por fim, Lincoln, de apenas 17 anos, ainda precisa de tempo para amadurecer. Seja atacante ou não, todos os jogadores reconhecem que tem faltado serenidade ao time no momento da conclusão.

– Criamos oportunidades. E se uma dessas tivesse virado gol, se fôssemos mais tranquilos na hora de finalizar, o jogo teria sido diferente. Mesmo com a gente tendo feito uma partida bem abaixo – opinou o meia Diego.

O elenco se reapresenta nesta quinta para iniciar os preparativos para o jogo contra Cruzeiro, domingo, pelo Brasileiro. O duelo será novamente no Maracanã.

https://oglobo.globo.com/esportes/com-32-finalizacoese-so-um-gol-em-tres-jogos-flamengo-sofre-com-falta-de-pontaria-22962717#ixzz5Nh1uzQeu

De Futebol Flamengo losses to Gremio 2-0!

Flamengo dropped to second place when the guys stunk the joint out in a 2-0 loss to Gremio.

Globo Esporte:” Quando Lincoln buscou um empate heroico, no último lance do jogo de quarta-feira, a torcida rubro-negra celebrou uma espécie de recompensa: fazia-se justiça ao time incansável, que encurralou seu adversário fora de casa. Neste sábado, na mesma arena, contra o mesmo Grêmio, o que se viu foi um Flamengo estéril, por vezes irritante. E que poderia ter levado mais do que os 2 a 0 que deixam a liderança do Brasileiro ameaçada.

A proposta rubro-negra parecia a mesma: ter o controle da bola para impor seu estilo de jogo. Só que, desta vez, a posse vinha acompanhada da falta de ambição. Ao fim da primeira etapa, o time de Maurício Barbieri não tinha criado uma chance sequer de gol. Já o Grêmio se fazia nos contra-ataques.

Os donos da casa tiveram a primeira chance de abrir o placar aos 25 minutos, em pênalti cometido por Rodinei, que tinha os braços excessivamente abertos dentro da área. Mas Diego Alves parou a fraca cobrança de Jael. Só aos 46 minutos o Cruel balançaria as redes, ao completar um cruzamento de Leonardo.

No segundo tempo, o rubro-negro desandou de vez. Num cochilo do sistema defensivo, Marinho fez 2 a 0. E o desespero de Barbieri, que abriu mão de dois meio-campistas — Jean Lucas e Éverton Ribeiro — para lançar dois atacantes — Guevânio e Lincoln —, refletiu-se num time afobado.

A frustração rubro-negra se torna maior diante da lembrança de que Barbieri usou oito de seus titulares — as exceções foram Diego, Réver e Léo Duarte. Já Renato Gaúcho mandou a campo o Grêmio reserva.

Em um mês especialmente desgastante, o Flamengo precisará lidar com as consequências físicas, sem ter ao menos conquistado o resultado que o garantiria na liderança do campeonato: caso vença o Vasco neste domingo, o São Paulo assumirá a ponta.

O rubro-negro terá ainda que juntar os cacos antes de receber o Cruzeiro, na quarta-feira, pela Libertadores. E recuperar alguns de seus jogadores: Vitinho e Uribe, especialmente, tiveram desempenho constrangedor. E a dupla deverá formar o ataque titular para o restante da temporada, uma vez que Guerrero parece de saída.

https://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-desmorona-diante-do-gremio-pode-perder-lideranca-do-brasileiro-22950619#ixzz5NKhjd9y8

De Futebol Flamengo wins 4-1!

Flamengo blew the doors off of Sport 4-1 to stay atop the heap with 34 points.

Globo Esporte:” O largo sorriso de Vitinho ao entrar no gramado do Maracanã, ainda no intervalo do confronto entre Flamengo e Sport, era a óbvia expressão de alegria por, enfim, ser apresentado à torcida como reforço do clube do coração. Mas foi além disso. Parecia uma satisfação antecipada pelo que viria a seguir: a construção da goleada por 4 a 1 do líder do Brasileirão sobre o time pernambucano.

Bastou Vitinho retomar o assento em um dos camarotes do estádio e se juntar aos outros 54 mil pagantes na função de torcedor para que o Flamengo assumisse de forma irremediável as rédeas do confronto. Àquela altura, o placar estava em 1 a 1, mas o Fla consolidou a vitória ao fazer dois gols nos cinco minutos iniciais do segundo tempo. Com o Leão devidamente domado, o placar foi coerente com o que Vitinho viu em campo.

Com a décima vitória na Série A, o Flamengo mantém em dois pontos a distância para o segundo colocado – o São Paulo. Mais importante do que isso foi a boa apresentação da equipe, sobretudo após derrapar no empate diante do Santos, quarta-feira. A confiança se estende também para os jogos cruciais pelas outras competições da temporada: quarta-feira, o adversário é o Grêmio, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Não demorou muito para que as coisas dessem certo para o Flamengo na partida. Bem distribuído, o anfitrião alternava as investidas por todos os setores do campo, sem permitir que o Sport pudesse respirar. Mas foi depois de uma jogada a aérea que o primeiro gol saiu, graças à valentia do capitão Réver, que levou a melhor na sobra da própria tentativa de cabecear. Eram 13 minutos de jogo.

Há de se criticar, no entanto, a morosidade com a qual o Flamengo encarou a segunda metade do primeiro tempo. Embora o Sport não tenha pressionado tanto, o time pernambucano aproveitou a desatenção do próprio Réver, que não marcou o lateral Claudio Winck como deveria. O espaço concedido foi suficiente para o indefensável toque de cabeça. O detalhe é que Cláudio, sobrinho do ex-lateral Luis Carlos Winck (ex-Fla e Vasco, por exemplo), só entrou em campo pela opção até surpreendente do técnico Claudinei Oliveira de substituir, ainda aos 21 minutos de jogo, o amarelado titular Raul Prata.

O susto pouco antes do intervalo não estragou a apresentação de Vitinho. Vestindo a camisa 14, o novo reforço do Flamengo caminhou pelo gramado e saudou a torcida. Rolou até uma oração diante da arquibancada. Não se sabe o tema da prece, mas a “bênção” para o Flamengo veio logo em seguida: com três minutos, Paquetá, que tivera um primeiro tempo abaixo da expectativa, recolocou o rubro-negro em vantagem.

No terceiro gol, uma situação foi crucial. Não fosse a rápida cobrança de falta ainda no campo defensivo, Marlos Moreno – que fez bom jogo – não teria campo livre para arrancar e servir Everton Ribeiro. Ai apareceu a qualidade do meia, que limpou o defensor e fez um golaço. Magrão, que não teve a menor condição de evitar o terceiro gol do Flamengo, colaborou muito para o quarto do time da casa. Foi só por isso que Uribe conseguiu marcar o primeiro com a camisa do Fla, já que o colombiano deu um chute mascado e o experiente goleiro foi traído pelos quiques da bola.

Com quatro gols sofridos, o Sport foi definitivamente a nocaute. Restou ao Flamengo administrar e concluir com sucesso a tarde feliz no Maracanã. O desafio será manter o desempenho nos próximos jogos para, no Brasileirão, ver o São Paulo mais distante e, na Copa do Brasil e na Libertadores, não se tornar vítima no mata-mata.

https://oglobo.globo.com/esportes/com-arrancada-no-segundo-tempo-flamengo-atropela-sport-22930543#ixzz5MgWUS8mA